Mam Ray

Man Ray começou a trabalhar em 1911 como pintor e escultor e teve contactos íntimos com a arte vanguardista da Europa. Em 1915, começou a voltar-se para a fotografia, trabalhando como fotógrafo independente, realizador de cinema e pintor. Em 1917, foi co-fundador do Grupo Dada de Nova Iorque. Em 1921, foi para Paris, onde trabalhou de perto com os surrealistas. Para além das suas actividades artísticas, aceitou projectos comerciais, especialmente nas áreas do retrato e na fotografia de moda. Regressou aos Estados Unidos em 1940, onde viveu 10 anos em Hollywood e onde deu aulas de pintura e fotografia. Em 1951, voltou a Paris, permanecendo aí até à sua morte. Man Ray é considerado um dos pioneiros mais importantes da fotografia contemporânea. Juntamente com Lee Miller, desenvolveu o processo de solarização, que usou sobretudo em retrato, mas também em fotografias de nus. Com as suas “radiografias”, proporcionou um importante ímpeto à fotografia sem máquina. A amizade com artistas de vanguarda do seu tempo abriu as portas para o reconhecimento da fotografia no contexto artístico. Man Ray, de nome verdadeiro Emmanuel Rudnitzky, Nasceu em Filadélfia (EUA) em 1890 e morreu em Paris (FR) em 1976.

Anúncios