Modos de Ver

Com o intuito de valorizar a produção simultânea à reflexão sobre o ato fotográfico, a escola e produtora cultural Casa da Photographia lança o projeto Modos de Ver, sob a coordenação dos fotógrafos Marcelo Reis, Silvia Nonata e André Fernandes. O projeto, que iniciou suas atividades em outubro de 2008, foi realizado em parceria com o Palacete das Artes Rodin Bahia,Instituto Sacatar, Fundação Cultural do Estado e com o apoio da Aliança Francesa de Salvador. O Modos de Ver possibilita o contato direto do fotógrafo com outros profissionais da área, estudantes e pessoas interessadas em artes visuais, através de três encontros consecutivos, agora bimestrais, realizados no auditório do Palacete.

No primeiro dia, o artista exibe seu trabalho e fala do seu processo de criação. No segundo, os participantes e o fotógrafo saem a campo para um local em Salvador e por fim, no terceiro encontro, o fotógrafo faz observações sobre o trabalho produzido durante a saída fotográfica. O Modos de Ver oferece ao participante a oportunidade de conhecer o trabalho dos fotógrafos convidados e experimentar novos olhares. Dessa forma, ele poderá absorver a sensibilidade e técnica bem apuradas dos artistas tanto através da análise conceitual quanto no auge da prática fotográfica.

Parcerias

Depois da parceria com a Pinacoteca do Estado de São Paulo, a Casa da Photographia, prestes a completar 12 anos de trabalho, celebra mais duas importantes alianças a fim de continuar oferecendo à Bahia o melhor da fotografia. Para estrear o Modos de Ver, a Casa contou com o apoio do Palacete das Artes Rodin Bahia,um veículo de cultura, onde a própria história arquitetônica da sua principal construção, se faz uma atração à parte que atrai muitos espectadores. Inicialmente projetado para ser o Museu Rodin na Bahia, o Palacete das Artes Rodin Bahia hoje abriga, em seu jardim, quatro obras de Auguste Rodin. Outro parceiro do Modos de Ver é o Instituto Sacatar, uma entidade brasileira, sem fins lucrativos, que administra um programa de residência artística internacional, que trará para o projeto fotógrafos brasileiros e de outros países, todos residentes beneficiados pelo instituto.

_____________________________________________

Modos de Ver com a Fotógrafa Cristina Cenciarelli . Feira de São Joaquim e com fotógrafa Isabel Gouvea

______________________________________

Isabel Gouvêa é convidada do Modos de Ver

Fotógrafa desde a década de 70, Isabel Gouvêa acumula experiência, sensibilidade e técnica apurada a serviço da arte fotográfica. “Num primeiro momento, mesmo sem câmera fotográfica, passei a realizar apaixonadamente fotografias mentais das cenas de meu cotidiano. O ato de fotografar passou então a ser para mim a busca de um testemunho sensível, procurando aprofundar temas que me eram caros”, relata. São histórias pessoais de vida e fotografia que serão reveladas pela fotógrafa durante a 5ª edição do Projeto Modos de Ver, realizado pelo Instituto Casa da Photographia, coordenado por Marcelo Reis e Silvia Nonata, em parceria com a Aliança Francesa de Salvador, e o apoio do Instituto Sacatar e da Fundação Cultural do Estado da Bahia, que acontecerá entre os dias 22 e 24 de maio, na Aliança Francesa de Salvador

Como em todas as edições, o Modos de Ver com Isabel Gouvêa será dividido em três encontros consecutivos. A palestra intitulada O fotógrafo por ele mesmo, realizada no dia 22 de maio, às 19h, na sala de conferência da Aliança Francesa de Salvador, dará início à 5ª edição do projeto. Será uma noite reservada para a fotógrafa contar sobre suas experiências profissionais, técnicas e o seu olhar sobre a fotografia.

Seguindo a programação, no dia 23 de maio, os participantes sairão a campo para fotografarem a Feira de São Joaquim, em Salvador, sob a orientação da fotógrafa convidada, que trará o tema Design Popular em feiras e praças. No dia 24, todos retornam à Aliança Francesa de Salvador, para uma análise das fotografias produzidas pelos participantes, feita por Isabel Gouvêa. No segundo semestre deste ano, todos os participantes das edições vão ter suas fotografias (selecionadas pelos fotógrafos convidados) expostas em uma galeria de Salvador. O projeto é voltado para todos os amantes da fotografia, sejam profissionais ou amadores.

Sobre a artista

Fotógrafa desde a década de 70, Isabel Gouvêa mudou-se de São Paulo para Salvador em 1978, e desde então tem como um dos temas principais as festas populares, em especial as festas de Iemanjá, fotografando com constância e paixão, em especial no Rio Vermelho e no povoado de Amoreiras, na Ilha de Itaparica. Realizou mestrado em Artes Visuais na Escola de Belas Artes da UFBA com esta pesquisa, apresentada na Foto-Instalação ENCANTAMENTO, em uma série de exposições itinerantes nas CAIXAS Culturais de Salvador, São Paulo e Brasília.

Como arte-educadora, destaca a pesquisa realizada em parceria com jovens e educadores da ONG CIPÓ-Comunicação Interativa e realiza a curadoria da Mostra DESIGN POPULAR DA BAHIA que reuniu mais de 100 objetos recolhidos em Salvador e recôncavo baiano, além de fotografias, croquis, vídeo, site e histórias em quadrinhos produzidos pelos jovens. A mostra foi apresentada em Salvador na Galeria da Cidade e em São Paulo no Museu da Casa Brasileira. Fragmentos da mostra foram expostos em Barcelona, Milão, Berlin, Porto Alegre, Itaú Cultural em São Paulo e recentemente na Bienal de Design de Brasília. Atualmente coordena a Oi Kabum! Escola de Arte e Tecnologia de Salvador.

Rosa Oliveira

Clique aqui e acesse o blog do preojeto

Anúncios